Agrodefesa amplia prazo para vigência de norma que exige o envio de dados de notas fiscais de venda de agrotóxicos via webservice ao SIDAGO

Com o objetivo é garantir maior controle na venda, transporte, armazenamento e utilização de agrotóxicos no Estado de Goiás, em 16 de agosto de 2022, a Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa) emitiu a Carta nº 151/2022, que esclarece a obrigatoriedade do envio de dados digitais de notas fiscais de venda de agrotóxicos para uso em Goiás, via Webservice ao SIDAGO.

A nova regra deveria estar em vigor a partir do dia 16 de novembro de 2022, entretanto no dia 17/11/2022, a Agência emitiu a Carta nº 173/2022, informando que envio dos dados de Notas Fiscais de vendas de agrotóxicos para uso em Goiás pelas empresas de software de emissão de receitas agronômicas, comerciantes de agrotóxicos e emissores autônomos teve o prazo dilatado por 120 dias.

Em caso de dúvidas, o público interessado pode entrar em contato com a Gerência de Fiscalização Vegetal (GEFISV) e a Gerência de Tecnologia (GT) se colocam a disposição para eventuais esclarecimentos, por meio dos seguintes contatos: GEFISV: Fone 62 3201-3585, e-mail: agroroxicos@agrodefesa.go.gov.br e GT: Fone 62 3201-3552, e e-mail: informatica@agrodefesa.go.gov.br

Veja a íntegra da Carta nº 173/2002 Clique aqui

Associado Andav, não fique com dúvidas!

Entre em contato conosco e encaminhe as suas perguntas em nossa Plataforma de Atendimento ao Associado.