SEAPDR: Cadastro de cultivos sensíveis à defensivos hormonais já está disponível para consulta do Distribuidor

A Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural do Rio Grande do Sul (Seapdr), dando continuidade às ações de prevenção à deriva do 2,4-D, está disponibilizando uma ferramenta para consulta pública das propriedades rurais com cultivos sensíveis aos defensivos hormonais. Essa ferramenta permitirá a autodeclaração dos produtores de uva, citros, noz-pecã, maçã, erva-mate, tomate, oliva e hortaliças. A disponibilização da ferramenta faz parte das disposições da Instrução Normativa Seapdr 08/2019, publicada em 28 de agosto do ano passado, e que estabelece o regramento do cadastro das propriedades agrícolas e dos produtores que tem cultivos sensíveis, ou seja, aqueles que apresentam sintomas de fitotoxidade quando expostos aos agrotóxicos do grupo das auxinas sintéticas. Ressaltamos que a Instrução Normativa 09/2019, que regulamenta a venda orientada, dispõem em seu Art.2º, inciso IV, a obrigatoriedade do estabelecimento que comercializa insumos, sediados ou não no Rio Grande do Sul, em alertar os produtores rurais, adquirentes de defensivos hormonais, quando da existência de cultivos sensíveis a estes produtos, próximos aos locais de aplicação. A consulta destas áreas pode ser acessada neste link. A SEAPDR também desenvolveu Tutoriais que auxiliam a realizar o cadastro dos cultivos sensíveis, assim como proceder à consulta pública destas culturas. Orientamos que Distribuidores que atuam nos 24 munícipios contemplados pelas Instruções Normativas, utilizem a ferramenta da SEAPDR para verificação dos cultivos sensíveis e alertem o produtor ao adquirir defensivos hormonais sobre a existência de cultivos sensíveis. Os municípios relacionados são: Alpestre, Bagé, Cacique Doble, Candiota, Dom Pedrito, Encruzilhada do Sul, Hulha Negra, Ipê, Jaguari, Jari, Lavras do Sul, Maçambara, Mata, Monte Alegre dos Campos, Piratini, Rosário do Sul, Santiago, São Borja, São João do Polesine, São Lourenço do Sul, Santana do Livramento, Silveira Martins, Sobradinho e Vacaria. Para maiores esclarecimentos entre em contato com a Secretaria da Agricultura do Rio Grande do Sul, pelo telefone 51 3288-6296 ou por e-mails: insumos@agricultura.rs.gov.br ou siga@agricultura.rs.gov.br. Em caso de dúvidas entrar em contato com Laura Tonini, Coordenadora Regional da ANDAV no RS. Contatos: 54 99911-9015 ou laura@andav.com.br