ANDAV encaminha ao Governo um pedido de auxílio aos Distribuidores no RS

11 de maio de 2020

Na última segunda-feira (4) a Associação Nacional dos Distribuidores de Insumos Agrícolas e Veterinários (ANDAV) encaminhou um ofício solicitando a criação de linha de crédito emergencial para os Distribuidores do Estado do Rio Grande do Sul que estão prejudicados com a estiagem que assolou centenas de municípios e também com o agravamento da crise, provocado pelo avanço da COVID-19 no estado. O documento, assinado pelo presidente executivo ANDAV, Paulo Tiburcio, foi encaminhado a Ministra Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Tereza Cristina, para o Ministro da Economia, Paulo Guedes, e direcionado ao Presidente da República, Jair Bolsonaro, por intermédio do Deputado Federal pelo RS , Jerônimo Goergen. Em documento o Gabinete Pessoal do Presidente da República, por meio da Diretoria de Gestão Interna, confirmou o protocolo do pedido e comunicou que o encaminhou para o MAPA, ME, bem como à Casa Civil e à Secretaria de Governo da Presidência da República, por meio do Ofício Circular nº 81/2020/GPPRDGI/GPPR. Segundo a Defesa Civil Estadual e o Governo do Estado do Rio Grande do Sul, 351 municípios gaúchos publicaram o Decreto de Calamidade pela Seca. Os registros apontam que as perdas desses produtores foram significativas, colocando alguns em situação de incertezas quanto a continuidade de suas atividades. O provocou uma onda de instabilidade em toda a cadeia, considerando que os Distribuidores comercializam boa parte dos seus estoques atrelados a colheitas. “Entendemos que articulação de esforços conjunta, pode mitigar o impacto desta crise duplamente agravada. Para isso contamos com o apoio do Governo ao disponibilizar linhas de crédito para socorrer o comércio de insumos agrícola e veterinário, e reforçar junto aos produtores a necessidade de acessar as políticas do Seguro Rural para frear o agravamento de crises como a que enfrentamos hoje. Também temos reforçado a necessidade de ampliação de diálogo entre a Indústria e o Distribuidor, visando ampliação de limites de crédito bem como prorrogações nos prazos de pagamento”. Explica o Presidente Executivo da ANDAV, Paulo Tiburcio.